Chá Vermelho – O que é? Como tomar

O chá vermelho é originário da África do Sul. Seu cultivo ocorre tanto nas montanhas quanto nos vales do Cederberg que fica próximo a Cidade do Cabo. Seu sabor é suave e levemente doce, mas ele ainda apresenta uma amargura que não é tanta e é comum sua utilização para tratar a cólica e as inflamações.

Não possui cafeína e ainda possui antioxidantes poderosos além de outras propriedades que proporcionam diversos benefícios a saúde. Sendo que um dos mais conhecidos é ajudar no processo de emagrecimento.

Nutrientes que o chá vermelho possui

Além dessa bebida não ter a adição de conservantes, corantes e aditivos, ela ainda tem em sua composição uma grande variedade de nutrientes que são importantes para que o organismo humano funcione corretamente.

Em apenas 200 ml dessa bebida podem ser observados 0,07 mg de ferro, 6,16 mg de sódio, 7,12 mg de potássio, 0,074 mg de cobre, 1,09 mg de cálcio, 1,57 mg de magnésio, 0,04 mg de zinco, 0,04 mg de manganês e 0,22 mg de fluoreto.

Benefícios

Um dos principais benefícios observados no chá vermelho é ele ser capaz de ajudar a pessoa que o ingere frequentemente a emagrecer. Através dos flavonoides e polifenóis que ele possui os efeitos causados pelos radicais livres são limitados e ainda há uma melhora na defesa do sistema imunológico. Esses radicais livres são substancias que quando se encontram em excesso no organismo acabam danificando as células do corpo.

Tanto o alfa hidroxiácido quanto o zinco que o chá vermelho possui contribuem para a saúde da pele. O magnésio presente nesse chá ajuda o sistema nervoso. Essa bebida ainda é ótima para tratar problemas digestivos como é o caso do vomito, náusea, azia e ulceras estomacais. Isso somente é possível por causa de suas propriedades antiespasmódicas.

O corpo ainda consegue ter um aumento na sua capacidade de absorver o ferro e ainda contém o cobre e o potássio que são de fundamentais importância para a realização das funções metabólicas. Pessoas que sofrem com cálculo renal podem tomar esse chá sem medo algum, pois ele contém diversas substancias, mas o ácido oxálico que interfere no processo de absorção do cálcio não.

Já quem tem algum problema de tensão nervosa e de depressão moderada também podem ingerir o chá vermelho através de prescrição já que ele também tem substancias que atuam como sedativo e calmante. Outro ponto bastante positivo é que quando essa bebida se encontra na forma gelada ela pode ser utilizada para matar a sede até mesmo enquanto se está praticando algum esporte.

Como preparar

Para preparar o chá vermelho é necessário que uma colher das de sopa rasa da erva seja acrescentada a xícara de água e antes que entre em ebulição é preciso desligar o fogo. O tempo que essa mistura deve ali permanecer é em torno de 3 a 5 minutos. Somente após esse tempo ter passado é que o chá pode ser coado e estará pronto para ser consumido.

Uma ótima dica é fazer a associação do cravo e da canela com esse chá para que o seu sabor fique mais agradável. Já para quem gosta do gengibre ele pode ser uma ótima opção.

Como tomar

O chá vermelho apresenta diversos benefícios que atraem a atenção de muita gente que deseja melhorar sua saúde. Por isso, é comum que muitos queiram saber como que esse chá deve ser consumido. O ideal é que sejam tomadas entre cinco e seis xicaras todos os dias, mas é importante que a quantidade máxima tomada não ultrapasse um litro e meio. Isso é importante seguir, pois se for consumido em excesso pode ser que cause diurese. Por isso é preciso ir com calma, principalmente quem está tomando com o intuito de emagrecer.

Com relação a temperatura e os melhores horários para tomar temos o seguinte, quando a pessoa está em jejum o mais recomendado é que seu consumo aconteça quando ele está morno, pois ele acaba não causando algum efeito negativo no estômago vazio. Já para os outros horários não há recomendação de temperatura, ou seja, pode tomar da forma que preferir, pois não trará qualquer tipo de problema. Assim, basta que se lembre de prepara-lo da forma correta como foi descrita anteriormente.

Outra questão importante que deve ser levada em consideração é a forma que o chá vermelho é conservado. Na verdade, o mais recomendado é que ele seja ingerido assim que estiver pronto, pois é nesse momento que ele possui grande partes dos seus componentes ativos. Mas já se sabe que os chás conseguem preservar suas substancias mais importantes para o organismo por até 24 horas após ter sido preparado. Passado esse tempo, as perdas que ele apresenta são bem consideráveis e por isso o que se recomenda é que a bebida seja descartada.

Portanto, o ideal é que seja preparada de uma vez o que for consumido naquele dia e conserva-lo numa jarra de vidro, inox ou garrafa térmica. Os recipientes de alumínio ou plástico não são recomendados para esse tipo de armazenamento.

Por fim, uma dica importante é que o chá vermelho não seja tomado a noite nem consumido após as 17 horas para que não tenha qualquer problema.

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: