Dieta da proteína – O que é e como fazer?

Existem diversas dietas que inúmeras pessoas seguem com o intuito de perder o peso acumulado ao longo dos anos. Algumas delas ainda são desconhecidas e aos poucos estão ganhando fama e mais adeptos conforme o tempo passa. A dieta da proteína é uma dessas dietas que tem aumentado a quantidade de adeptos e ganha muita fama devido aos resultados que ela apresenta.

Essa dieta tem como base consumir alimentos que são ótimas fontes de proteína como é o caso dos ovos e das carnes e que alimentos que são ricos em carboidratos sejam excluídos do cardápio como é o caso do pão e do macarrão. Para que seja possível emagrecer com essa dieta é importante que a proteína escolhida seja pobre em gordura. Por isso que o melhor é optar pela carne de frango no lugar da carne vermelha, leite desnatado no lugar do leite integral são apenas alguns exemplos de substituições que podem ser feitas na alimentação com o intuito de consumir uma quantidade menor de calorias advindas da gordura.

Dieta da proteína emagrece?

Quando uma pessoa segue corretamente o que é preposto pela dieta da proteína ele consegue perder os quilos a mais que tanto incomodam e ter o corpo que sonhou por tanto tempo. Um dos principais motivos para que esse emagrecimento aconteça é que na alimentação não se encontra o carboidrato. Por causa disso o organismo começa a queimar de forma mais rápida as fontes de gordura que estão contidas no corpo.

O problema é que algumas pessoas reclamam de sentir tonturas e fraqueza nos primeiros dias que a dieta é iniciada. Isso costume passar em 3 ou 4 dias que é o tempo necessário para que o organismo se habitue a baixa quantidade de carboidratos. Para evitar esse tipo de situação e se habituar sem grandes dificuldades uma dia é começar com a dieta low carb para depois fazer a dieta da proteína.

Alimentos de consumo permitido na dieta da proteína

Toda dieta possui aqueles alimentos que podem ser consumidos e os que não podem ou até podem desde que seja numa quantidade reduzida. No caso da dieta da proteína o recomendado é que aconteça a ingestão de alimentos que tenham uma boa quantidade de proteínas. Além disso, também são permitidas a ingestão das frutas, verduras e legumes que possuem uma quantidade muito baixa de carboidratos.

Outros alimentos que são permitidos são:

  • Presunto, ovo, peixe e carne magra
  • Queijo branco, leite e iogurte desnatado
  • Espinafre, couve, acelga, rúcula, alface, agrião, cenoura, chicória, repolho, rabanete, pepino e tomate
  • Azeite
  • Amêndoas, nozes e castanhas
  • Sementes como girassol, abóbora, gergelim, linhaça e chia
  • Limão e abacate.

Essa é uma dieta cujo tempo de realização máximo é 15 dias consecutivos. Para aqueles que desejam continuar com ela é necessário que seja respeitado o intervalo de 3 dias para que seja feita a repetição pelo prazo máximo de 15 dias.

Alimentos que não são permitidos consumir

Se na dieta da proteína é permitido consumir alimentos que tenham bastante proteína como é o caso do ovo, por exemplo, por outro lado ela não recomenda que alguns alimentos sejam ingeridos. Nessa lista estão aqueles que possuem uma quantidade significativa de carboidratos como é o caso do:

  • Arroz, macarrão, pão, batata, farinha, batata doce e macaxeira
  • Milho, ervilha, grão-de-bico, feijão, soja
  • Biscoitos, açúcar, bolos, doces, sucos e refrigerantes
  • Agua de coco e frutas.

É muito importante que esses alimentos não sejam consumidos enquanto a dieta da proteína estiver sendo seguida, pois ajuda a evitar que aconteçam mudanças no metabolismo que façam com que o corpo pare de utilizar a proteína e também a gordura como uma fonte de energia.

O que é preciso saber antes de iniciar essa dieta

Antes de começar qualquer dieta é fundamental que a pessoa procure um médico ou nutricionista para que esse profissional faça suas recomendações a fim de não prejudicar a saúde. O nutricionista é o profissional indicado para fazer um cardápio todo personalizado que leve em consideração as preferencias que cada pessoa tem e as possíveis restrições nos alimentos.

A dieta da proteína também requer esse cuidado, pois se não for seguida corretamente com o auxílio de um profissional ela pode acabar prejudicando o funcionamento dos rins e ao invés de perder peso para ter mais qualidade de vida e saúde ficar doente tendo de se cuidar para que o estado clínico não se agrave. É por isso que se recomenda que o prazo máximo que essa dieta seja seguida é um mês, mas sempre observando o que foi orientado pelo nutricionista. Isso ajuda, e muito, a evitar que ocorram problemas que tenham relação com a falta ou excesso de nutrientes.  Alguns exemplos desses problemas são queda de cabelo, tonturas, desmaios, dores de cabeça e problema nos rins.

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: